terça-feira, maio 28, 2024

Sustentabilidade é um imperativo de negócios no Brasil, mas abordagens atuais não são suficientes, diz estudo

Compartilhar

Um novo estudo global da IBM Institute for Business Value descobriu que, enquanto uma maioria das organizações reconhece a sustentabilidade como importante para sua estratégia de negócios, muitas lideranças C-levels enfrentam desafios para financiar tais investimentos. Dados coletados de 5.000 executivos globais, incluindo o Brasil, destacam que as organizações que implementam processos sustentáveis dentro de suas operações veem melhores impactos e resultados financeiros enquanto gastam menos dinheiro do que seus pares.

O estudo “Além de checar a caixa – Como criar valor de negócio com sustentabilidade incorporada”, revelou que um terço (35%) dos executivos entrevistados no Brasil alcançaram progressos significativos na execução de suas estratégias de sustentabilidade, um importante incremento comparado com o 7% do ano passado, mas transformar ambições em impacto continua a ser um desafio. Além disso, 40% dos executivos pesquisados enfrentam obstáculos para financiar investimentos de sustentabilidade; seis em 10 constam que precisam fazer trade-offs entre resultados financeiros e de sustentabilidade.

As organizações que implementam a sustentabilidade mais profundamente em suas operações mostram uma diferença significativa em seus resultados no pais. Por exemplo, elas são 117% mais prováveis de atribuir uma melhora em suas receitas a partir de seus esforços de sustentabilidade e são 96% mais prováveis de ultrapassarem seus pares em rentabilidade no Brasil.

“A abordagem de sustentabilidade de uma organização pode deter seu avanço. No Brasil, os gastos em relatórios de sustentabilidade excedem os gastos de inovação em sustentabilidade em 46%. Não há uma correção rápida, pois a sustentabilidade requer intencionalidade” disse Carlos Tunes, Líder do Software de Sustentabilidade da IBM Brasil. “Implementar sustentabilidade significa tirá-la de seu nicho isolado e integrá-la ao longo de todas as unidades de negócios. Isso impulsiona um maior impacto a partir da inovação, do talento e do meio ambiente para os resultados financeiros.”

Outros dados importantes sobre o Brasil neste estudo:

Organizações continuam procurando a sustentabilidade, enquanto permanecem desafios no país

79% dos executivos entrevistados no Brasil concordam que a sustentabilidade gera melhores resultados de negócios.

79% das lideranças concordam que a sustentabilidade é central para suas estratégias de negócios.

69% dos executivos afirmam que a sustentabilidade precisa ser uma prioridade maior em suas organizações.

84% deles concordam que a alta qualidade e transparência dados de são necessários para alcançar melhores resultados.

39% também citam a falta de habilidades necessárias para o progresso da sustentabilidade.

48% das organizações brasileiras dizem que os benefícios de negócio são essenciais para justificar investimentos em sustentabilidade; apenas 18% afirmaram que atender os objetivos em si são suficientes para justificar os investimentos.

É esperado que a IA generativa alavanque os esforços, apesar da sustentabilidade não fazer parte de iniciativas de inovação

Apenas 30% dos executivos entrevistados no Brasil relataram que estão incorporando dados e insights de sustentabilidade para melhorias operacionais em grande medida, enquanto 17% dizem fazer isso com iniciativas de inovação em sustentabilidade;

53% dos executivos no Brasil concordam que a IA generativa será importante para seus esforços de sustentabilidade;

75% deles dizem que planejam aumentar seus investimentos em IA generativa voltados para a sustentabilidade.

Este estudo ressalta a urgente necessidade das organizações de integrar os objetivos de sustentabilidade dentro de suas estratégias de negócios no Brasil. Além disso, chama atenção para a aplicação de tecnologias como IA para alcançar maiores progressos e lucratividade. O relatório também serve como um recurso para ajudar lideranças, destacando estratégias, com o objetivo de ajudar as empresas com desafios em torno de dados, integração de negócios e tomada de decisões.

Metodologia do estudo

O estudo está baseado em uma pesquisa para 5.000 executivos de C-Suite em 22 setores e 22 países, incluindo o Brasil. Foi conduzido pela IBM Institute for Business Value em colaboração com a Oxford Economics. Além da análise descritiva, os dados dos respondentes foram analisados para permitir uma segmentação da amostra de acordo com de acordo com a forma como a sustentabilidade está incorporada na empresa. Com base nesta segmentação, foram realizadas análises sobre diferenças em sustentabilidade e resultados de negócios, práticas operacionais, e abordagens para permitir o progresso na sustentabilidade.

O IBM Institute for Business Value, o grupo de experts em Thought Leadership da IBM, combina dados globais de pesquisa com o expertise dos principais acadêmicos e pensadores da indústria para oferecer insights que entregam inteligência a os líderes de negócios.

Para visualizar o estudo completo

Leia Mais

Outras Notícias