sábado, julho 13, 2024

Líderes empresariais e governamentais acreditam que tecnologia é a chave para expandir oportunidades econômicas, revela pesquisa da HP

Compartilhar

A HP Inc. divulgou um novo estudo realizado com a Oxford Economics que revela o entusiasmo de líderes globais com o uso de tecnologias, incluindo inteligência artificial (IA), para avançar rumo a metas cruciais de impacto social.

A pesquisa, realizada junto a executivos de empresas e autoridades governamentais em dez países, mostra que três quartos dos líderes acreditam que a tecnologia é crucial para expandir oportunidades econômicas (76%) e que a IA ajudará no alcance de metas de sustentabilidade e de impacto social (76%).

Além disso, os líderes empresariais ouvidos já estão usando IA ou planejam usá-la nos próximos dois anos para atingir metas como aumento do acesso à educação digital (90%), desenvolvimento profissional (89%) e diversidade da força de trabalho (86%).

“O alcance da IA é uma grande promessa para ajudar a HP a acelerar nossas metas de impacto sustentável e social”, afirma Ernest Nicolas, diretor executivo de Cadeia de Suprimentos da HP. “Desde nossa responsabilidade na criação de PCs com IA para usuários iniciantes até cientistas de dados que usam nossas estações de trabalho para ajudar agricultores locais a construir negócios mais resilientes, essa é a tecnologia que pode dar impulso a negócios e comunidades.”

Acelerando a equidade digital para 150 milhões de pessoas até 2030

Cerca de um terço da população global está desconectada da internet, gerando perdas de bilhões de dólares no PIB mundial a cada ano. As desigualdades digitais vêm aumentando desde o advento tecnológico, e a IA pode dificultar ainda mais essas disparidades se medidas não forem tomadas com intencionalidade.

“Todos merecem a oportunidade de ter acesso às ferramentas necessárias para prosperar na economia digital”, diz Michele Malejki, chefe global de Impacto Social da HP e diretora da Fundação HP. “Sabemos que a tecnologia pode ser uma grande equalizadora e uma ferramenta poderosa para promover o progresso. No entanto, para realmente reduzir a desigualdade digital em nosso mundo, que muda tão rapidamente, também devemos proporcionar habilidades para as pessoas usarem tecnologias.”

Em seu mais recente Relatório de Impacto Sustentável, divulgado neste mês, a HP mostrou ter acelerado a equidade digital para mais de 45 milhões de pessoas desde 2021, o que representa quase um terço do caminho rumo a sua meta de atingir 150 milhões de pessoas até 2030.

Esse rápido progresso é resultado de parcerias inovadoras com organizações-chave, que criam soluções sob medida para comunidades. A HP busca programas de impacto, investimentos estratégicos e parcerias que priorizem grupos mais prováveis de sofrerem a exclusão digital.

Em 2023, a HP:

  • Apoiou soluções voltadas à equidade digital desenvolvidas por dez organizações na Malásia, África do Sul e México com o Digital Equitiy Accelerator (Acelerador de Equidade Digital), incluindo melhorias em letramento digital para aumento da empregabilidade, acesso a hardwaree software educacionais em escolas e desenvolvimento de plataformas digitais para contribuir com melhores desfechos em saúde. No total, o Accelerator impactou 6,4 milhões de pessoas em 2023.
  • Lançou mais de 100 Centros Digitais em parceria com a Associação Cristã de Moços (ACM, ou YMCA, na sigla em inglês) mundial para apoiar o desenvolvimento em programação e letramento digital. Por exemplo, o Centro Digital da West Orem, disponibilizado pela YMCA Houston, no Texas, visa aumentar o acesso de jovens a oportunidades educacionais, econômicas e sociais, apoiar serviços destinados a famílias e promover cursos de letramento digital para a população mais madura da comunidade. Mais de 500 mil pessoas foram impactadas globalmente em 2023.
  • Abriu dois Laboratórios Criativos NABU HP, nos EUA e nas Filipinas, fornecendo tecnologia para artistas e autores escreverem e ilustrarem centenas de livros infantis nos idiomas locais por ano. Em 2023, esses livros gratuitos ajudaram 1,9 milhão de crianças a ganharem autoconfiança, se conectarem com a cultura e desenvolverem habilidades de leitura e escrita, fatores-chave para a participação na economia digital.

Desenvolvendo habilidades em meio à ascensão da IA

Tanto os líderes de empresas quanto os de governos relatam a falta de habilidades como um dos maiores obstáculos para o alcance de metas organizacionais importantes, atrás apenas da volatilidade econômica.

O desenvolvimento de habilidades é uma peça central na abordagem da HP para a equidade digital. Assim, a HP está expandindo sua meta para matricular 2,75 milhões de usuários no programa gratuito de desenvolvimento de habilidades HP LIFE. O programa, realizado pela Fundação HP, já teve mais de 1,2 milhão de matrículas, possibilitando que os usuários tenham acesso a oportunidades de renda ou abram seus próprios negócios.

A HP está empreendendo novas iniciativas para ampliar o acesso e o uso responsável da IA, que representa a maior área de investimento relatada pelas empresas atualmente:

  • Expandir os cursos de Habilidades Digitais para Negócios do HP LIFE, com o lançamento de um novo curso de habilidades em IA ainda neste ano.
  • Lançar o Prêmio HP de IA de Impacto Social (HP AI in Social Impact Award), em parceria com o MIT Solve, que fornece tecnologias voltadas ao desenvolvimento e à implementação de aplicações em IA para empreendedores sociais e organizações que usam essas tecnologias para proporcionar oportunidades em educação, saúde e renda em comunidades de todo o mundo.
  • Iniciar a comercialização, neste mês, da próxima geração de PCs com IA para empresas e consumidores – uma nova categoria de dispositivos feitos para o trabalho e a criação.

A HP tem como objetivo ser a empresa de tecnologia mais sustentável e justa do mundo e está comprometida com revisar continuamente seus progressos e avaliar ainda mais ações a fim de concretizar um futuro mais equitativo e sustentável.

Leia Mais

Outras Notícias