sábado, julho 13, 2024

Seagems comemora 10 anos de operação e reforça atuação no setor de O&G

Compartilhar

A Seagems, empresa brasileira especializada em soluções de engenharia submarina, acaba de completar 10 anos de operação, com um uptime histórico de 97,64%, demonstrando alto nível de entrega operacional.

Dona de uma frota composta for 6 navios do tipo PLSV – Pipe Laying Support Vessel – batizados com nomes de pedras preciosas nacionais – Diamante, Topázio, Ônix, Jade, Esmeralda e Rubi, a companhia realizou inúneras operações de interligação submarina ao longo desses anos, com quase 5 mil quilômetros de dutos flexíveis e umbilicais manuseados.

A empresa hoje detém 36% do mercado nacional de projetos de interligação e manuseio de dutos flexíveis submarinos, com todas as embarcações contratadas pela Petrobras em longo prazo, garantindo operações até 2028 e um montante de US$ 1,8 bilhão para o período.

Ainda que seus navios sejam projetados para trabalhar no lançamento de dutos flexíveis, a Seagems já realizou a instalação de MCVs, BAPs, Manifolds e Árvores de Natal Molhadas (ANM). A companhia atua majoritariamente na área do pré-sal brasileiro, com 80% do tempo de atividade nas Bacias de Santos e Campos, mas já atuou em águas internacionais durante janelas de oportunidade.

IPO de acionista ocorre no aniversário de operações da Seagems

No dia em que completa 10 anos de operação, a Seagems vive outro momento histórico. Também nesta sexta-feira, dia 28, empresa de participação de investimentos em energia Paratus Energy Services Ltd., detentora de 50% da Seagems, realizou IPO na bolsa de Oslo, Noruega.

A empresa brasileira foi fundamental nessa empreitada, já que representa atualmente aproximadamente 2/3 do backlog da sua acionista e foi a principal responsável por atrair investidores, com um histórico de resultados financeiros bastante relevante. Em 10 anos de operação, a Seagems teve um faturamento líquido de 3,9 bilhões de dólares e EBITDA de 2,4 bilhões de dólares, o que representa aproximadamente 60% de margem EBITDA, taxa considerada muito atraente no mercado de energia.

Foco em pessoas e sustentabilidade

A equipe da Seagems é composta hoje por 1.045 profissionais, divididos entre as suas embarcações e três escritórios (Rio de Janeiro, Rio das Ostras e Viena). Importante destacar que em 10 anos de operação a companhia realizou 2.314 promoções e mudanças de nível de colaboradores, que passaram por 1.262.208 horas de treinamento interno. No que se refere à capacitação de mão de obra, 45% dos profissionais offshore que hoje trabalham na empresa foram desenvolvidos internamente para ocuparem suas funções.

Rogério Salbego, CEO da Seagems

“Formar mão de obra qualificada é uma das principais preocupações da Seagems. Essa iniciativa explica o baixo turnover da empresa, já que quase 50% dos empregados têm mais de seis anos de casa. Desde 2018 a companhia é classificada anualmente como um excelente lugar para trabalhar pela GPTW, sempre ranqueada entre as melhores empresas do Estado do Rio de Janeiro. A segurança dessas pessoas também é algo de extrema importância para nossa operação. Em 10 anos a Seagems totaliza 3.319 dias sem acidentes e incidentes, ou seja, mais de 91% dos nossos dias de trabalho podem ser considerados dias perfeitos”, disse Rogerio Salbego, CEO da Seagems.

A Seagems possui um centro de treinamentos próprio sob a sigla SEA – Seagems Excellence Academy, ambiente que conta com simuladores de Lançamento de Dutos e de Operação de ROV, equipamentos responsáveis pela capacitação de mais de 400 empregados nos últimos oito anos.

No que se refere à diversidade, hoje a Seagems tem 20% do seu quadro de funcionários composto por mulheres, em diferentes posições, seja offshore ou em cargos de liderança, que representa um aumento de 9% da presença feminina na companhia desde sua criação. O valor contrasta com o mercado, ainda marcado por uma grande maioria masculina.

A companhia também foi certificada com Selo de Sustentabilidade Brasil Mata Viva – do setor de Óleo e Gás, que comprova uma clara visão de futuro em torno da agenda de sustentabilidade. Além disso, a companhia vem desenvolvendo mecanismos para elevar sua estrutura em padrões de reporte e governança, para garantir a perenidade dos negócios e manter a integração da organização ao conceito mais atualizado de sustentabilidade corporativa.

Leia Mais

Outras Notícias