sábado, julho 13, 2024

Relatório de Sustentabilidade e Impacto Social da Boeing 2024 mostra progresso constante para pessoas e o planeta

Compartilhar

A Boeing divulgou nesta terça-feira, 25, seu Relatório de Sustentabilidade e Impacto Social de 2024, delineando os progressos da Companhia em apoio às nossas pessoas, ao nosso meio ambiente e às nossas comunidades.

“É uma honra compartilhar o progresso constante que fizemos em relação à sustentabilidade, que sempre estará ancorada na segurança e na qualidade”, disse Brian Moran, Chief Sustainability Officer da Boeing. “Ao reafirmarmos esses valores fundamentais, é inspirador ver o foco de nossa empresa em ajudar nossa indústria no processo de descarbonização, ao mesmo tempo em que fortalecemos nossas comunidades e promovemos uma cultura de inclusão, onde a voz de todos é ouvida.”

Os pontos de progresso no relatório deste ano incluem:

39% da energia utilizada nas operações da Boeing foi obtida a partir de eletricidade renovável em 2023, por meio de uma combinação de compras diretas e créditos de energia renovável.

Aumento de 6,4 pontos percentuais na porcentagem de nossa força de trabalho nos EUA composta por minorias raciais/étnicas, e aumento de 1,2 ponto percentual na porcentagem da força de trabalho global da Boeing composta por mulheres, ambos desde 2020.

Aumento de 100 mil horas de trabalho voluntário dos funcionários em 2023, totalizando 477 mil horas investidas em causas beneficentes em todo o mundo.

US$ 60 milhões em doações dos funcionários, incluindo um impulso do Programa de Equiparação de Doações da Boeing para organizações beneficentes.

Engajamento de mais de 100 stakeholders influentes e apoio a 20 grandes eventos com o Boeing Cascade Climate Impact Model, que analisa as estratégias da aviação para reduzir as emissões.

A Boeing tem aprimorado sua abordagem de gestão de carbono para uma estratégia de “evitar primeiro, remover depois”.

Evitar primeiro implica na prevenção de emissões de carbono, reduzindo e/ou evitando essas emissões na fonte, por exemplo, continuando a investir em energia renovável e infraestrutura eficiente, ao mesmo tempo em que incentiva a conservação de recursos.

 Remover depois significa utilizar compensações e remoções para emissões difíceis de serem evitadas. Para fortalecer e diversificar nosso portfólio de compensações ao longo do tempo, a Boeing está aumentando seus investimentos em projetos de remoção permanente de carbono. A empresa também apoiará o desenvolvimento de tecnologia e políticas importantes em apoio ao Esquema de Compensação e Redução de Carbono para Aviação Internacional (CORSIA, na sigla em inglês), a medida global baseada no mercado apoiada por seus clientes de companhias aéreas.

Os esforços contínuos da Boeing para fortalecer a segurança e a qualidade, delineados neste relatório, estão alinhados com o Relatório do Diretor de Segurança Aeroespacial da empresa para 2024.

Leia Mais

Outras Notícias