sexta-feira, julho 12, 2024

Instituto Lojas Renner amplia capacitação de mulheres refugiadas com novas turmas e possibilidade de contratações

Compartilhar

O Instituto Lojas Renner, pilar social da Lojas Renner S.A., vai apoiar a nova edição do programa Empoderando Refugiadas, que prevê pelo menos cinco turmas até o final do ano. Os cursos, com início entre os meses de junho e agosto, têm o objetivo de preparar mulheres em situação de refúgio para o mercado de trabalho brasileiro e sensibilizar empresas para a importância de compor equipes diversas e inclusivas.

O programa Empoderando Refugiadas é uma iniciativa em parceria com a Agência da ONU para Refugiados (ACNUR), o Pacto Global da ONU no Brasil e a ONU Mulheres. Desde o surgimento do projeto, em 2016, mais de 500 refugiadas já foram capacitadas em turmas com foco em atendimento no varejo e visual merchandising, em diferentes regiões do país. Em 2024, outras 100 mulheres vão ser beneficiadas nas cidades de São Paulo (SP), Brasília (DF) e Boa Vista (RR).

Há uma novidade: a turma da capital paulista será a primeira dedicada à capacitação em corte e costura, realizada junto com fornecedores da Lojas Renner S.A. e com o SENAI. As aulas em São Paulo começam nesta semana, como parte das comemorações pelo Dia Mundial do Refugiado, celebrado em 20 de junho.

Além de frequentarem o curso e obterem um certificado, as alunas da capital paulista terão a oportunidade de participar de uma Feira de Empregabilidade, que também contará com o apoio do Instituto Lojas Renner, para aumentar suas chances de encontrar uma colocação profissional. A própria Lojas Renner S.A. já contratou aproximadamente 120 refugiadas ao longo de toda a trajetória do programa, para atuar em diferentes marcas de seu ecossistema. A intenção é seguir recrutando talentos.

E, este ano, as mulheres que participarem do projeto em todo o país terão ainda mais um incentivo para buscarem uma posição no mercado de trabalho: o Instituto Lojas Renner doará peças para que cada um monte um guarda-roupa para encarar entrevistas de emprego.

“Somos parceiros do Empoderando Refugiadas desde o seu início e seguimos, ano após ano, renovando nosso apoio ao projeto, pois acreditamos no potencial transformador da inclusão produtiva no nosso setor. Sabemos da importância de oferecer condições para que mulheres em situação de refúgio sigam sua vida com dignidade no nosso país, ressignificando suas vidas e as de suas famílias”, comenta o diretor executivo do Instituto Lojas Renner, Eduardo Ferlauto.

Sobre o Instituto Lojas Renner

O Instituto Lojas Renner desenvolve e apoia projetos que promovem o protagonismo econômico e social da mulher no ecossistema de moda. Desde sua fundação, em 2008, já investiu mais de R$ 90 milhões – oriundos das verbas repassadas pela varejista e provenientes de leis de incentivo fiscal. Os recursos possibilitaram o apoio a mais de 1 mil projetos espalhados pelo país, beneficiando mais de 260 mil pessoas. O Instituto Lojas Renner contribui com o selo Re, que representa o compromisso da companhia com a moda responsável.

Leia Mais

Outras Notícias