sábado, julho 13, 2024

Fundação Bracell estreia com foco em melhorar a educação infantil

Compartilhar

Após seis meses de trabalho, a Fundação Bracell, entidade filantrópica sem fins lucrativos, oficializa sua atuação com o propósito de alavancar o poder transformador da educação no Brasil. A organização que terá como principal pilar de atuação a educação infantil, atuará também apoiando parceiros que atuam no campo da primeira infância e do desenvolvimento de lideranças – já detém parcerias com instituições renomadas, como Todos pela Educação, J-Pal e Insper, e busca atuar em colaboração com governos, outras entidades do terceiro setor e universidades.

“Há um conjunto robusto de evidências comprovando que uma educação infantil de qualidade pode transformar positivamente a vida de uma pessoa, por isso trabalhamos para o fortalecimento das políticas públicas para esta etapa, especialmente a pré-escola. Um de nossos objetivos, por meio de pesquisas e avaliação, é identificar soluções promissoras para melhorar a aprendizagem de nossas crianças. A partir disso, o nosso desafio será, em conjunto com governos municipais e estaduais, buscar dar escala a estas soluções sempre buscando que as crianças brasileiras alcancem o seu pleno potencial”, explica Eduardo de Campos Queiroz, diretor-presidente da Fundação Bracell.

“A Educação no Brasil evoluiu em diversos aspectos, mas acreditamos que deva ser uma prioridade, algo que ainda não é. Um dos pontos importantes para que isso aconteça é contar com lideranças bem formadas, competentes e comprometidas com políticas públicas que efetivamente promovam a aprendizagem das nossas crianças e é por isso que temos buscado soluções para a qualificação dos gestores públicos”, detalha Queiroz.

A Fundação Bracell também acredita que cuidados integrais para as crianças na primeira infância (saúde, educação e desenvolvimento social) são fundamentais para que alcancem o seu pleno potencial e, por isso, apoiamos a causa por meio de parcerias com organizações focadas na área.

Os pilares de atuação da Fundação Bracell estão alinhados aos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Agenda 2030 da Organização das Nações Unidas (ONU).

Fundação Bracell promove 1ª edição de Simpósio de Educação Infantil 

Para marcar o lançamento oficial da Fundação Bracell e reforçar o seu compromisso com a Educação Infantil, a entidade reunirá, no dia 27 de junho, grandes nomes que atuam com pesquisa e políticas públicas de educação infantil, como J-Pal, UNESCO, MEC, Undime, Consec, Consed, USP, UFPR, FGV, Instituto Singularidades, Fundação Carlos Chagas, movimento Todos Pela Educação entre outros. 

Paula Pedro, diretora-executiva do escritório para a América Latina e Caribe do Abdul Latif Jameel Poverty Action Lab (J-PAL LAC), reforça a importância da iniciativa e de somar esforços com entidades como a Fundação Bracell “Estamos muito otimistas com a parceria com a Fundação Bracell, pois acreditamos que a colaboração é essencial para o fortalecimento de políticas públicas em educação infantil no Brasil. O Simpósio é uma oportunidade única para compartilharmos evidências sobre os impactos da educação infantil e discutir os desafios da implementação dessas políticas”, afirma.

Durante o evento, voltado a pesquisadores, gestores públicos e de organizações do terceiro setor, serão divulgadas evidências sobre os impactos da educação infantil de qualidade no desenvolvimento e aprendizagem das crianças e sobre a urgência e a pertinência dos investimentos em educação infantil e pré-escola. A programação contará também com mesas redondas para promover a discussão sobre os desafios da implementação das políticas públicas de educação infantil, com destaque para a participação da ganhadora do Prêmio Nobel de economia e co-fundadora do centro de pesquisas J-PAL, Esther Duflo, que abordará a importância da avaliação de impacto na educação infantil. 

“Além de apresentar oficialmente a Fundação Bracell, queremos promover a integração de esforços de todos os atores interessados: pesquisadores, organizações do terceiro setor e governos das três esferas a partir de três temas determinantes da qualidade da educação infantil: formação de professores, determinantes da qualidade e colaboração intergovernamental. Desta forma, junto a instituições da relevância da UNESCO, explorar caminhos para o alcance das metas da Agenda 2030, especialmente do ODS 4”, explica Eduardo de Campos Queiroz, diretor-presidente da Fundação Bracell.

Leia Mais

Outras Notícias