quinta-feira, junho 20, 2024

Com investimento de R$ 1 milhão, Lead Energy lança plataforma de gestão de contas de consumidores do mercado livre

Compartilhar

O Brasil está no topo dos países que possuem a conta de energia mais cara do mundo. Levantamentos da ABRACE (Associação Brasileira de Grandes Consumidores de Energia e Consumidores Livres) afirmam que o brasileiro desembolsa quase 5% de sua renda anual com o pagamento da tarifa. Deste montante, cerca de R$ 50 bilhões são gastos sem necessidade, considerando que há soluções desconhecidas pelos consumidores para poupar no valor da conta e uma delas é justamente a migração para o Mercado Livre de Energia.

Em janeiro de 2024, o Mercado Livre de Energia abriu para mais de 180 mil unidades consumidoras, chamadas de Grupo A, que consomem normalmente acima de R$ 5 mil em contas de energia. A migração garante que essas unidades consumidoras possam trocar o fornecedor tradicional por um alternativo, mais barato e sustentável. Neste momento, diversas empresas do setor começaram a desenvolver ferramentas que pudessem facilitar o processo migratório para o mercado livre de energia e auxiliar, especialmente, o nicho de consumidores leigos que pagam mais do que o necessário na conta de luz. Sendo assim, no ano passado, a Lead Energy, empresa de base tecnológica que ampara outras empresas a reduzirem os gastos com a conta de luz, lançou um sistema exclusivo, que permite o cliente migrar para o mercado livre e “reservar” uma tarifa de energia mais barata com apenas um clique.

O sistema ajudou centenas de clientes a realizarem o processo de contratação de energia mais barata e sustentável, sem complicações. Entretanto, mesmo após fazer parte do mercado livre, consumidores permaneceram com dúvidas sobre o status da sua migração, a origem dos descontos, além da compreensão sobre potenciais desvios na conta de luz e entre outras questões. Foi pensando justamente nisso, que a Lead Energy lançou a segunda etapa do projeto: uma ferramenta digital para suporte na implantação ao mercado livre e gestão da conta de energia, totalmente focada na experiência e autonomia do consumidor.

Com cerca de R$ 1 milhão investidos e quase 5 mil horas de trabalho, a plataforma estará disponível a partir do dia 17 de junho e aponta, linha a linha, os componentes e respectivos descontos na conta de energia. Também notifica o usuário sobre desvios no consumo, status da migração para o mercado livre de energia, cashback disponível e status de demais soluções contratadas. Neste intervalo, o sistema foi desenvolvido e testado para garantir a usabilidade facilitada do consumidor. “O foco está na implantação para o mercado livre, que hoje é super burocrático e, claro, no processo de pós-venda. Produzimos uma solução 100% focada no uso do cliente, oferecendo algo que ele possa entender, diferente da atual experiência com muitas distribuidoras de energia, onde tudo é uma sopa de letrinhas, começando pela conta de luz”, comenta o fundador e CEO Raphael Ruffato.

O intuito do projeto, portanto, foi oferecer uma solução fácil para que o consumidor possa, enfim, entender e gerenciar a sua conta de energia de maneira autônoma e didática. De acordo com Raphael, esse é o diferencial da ferramenta: “O diferencial do nosso sistema é que ele é totalmente voltado para o cliente. Nós focamos em proporcionar uma experiência digital única, permitindo que o consumidor compreenda sua conta de luz. A fatura é emitida no padrão Lead Energy para melhor entendimento, independente do layout adotado pela distribuidora. Em paralelo, o sistema possibilita que o nosso operacional seja executado sem esforço, migrando clientes em poucos cliques, garantindo que o processo funcione para milhares de consumidores simultaneamente. É um benefício para ambos os lados, empresa e clientes”.

Desta forma, a expectativa é que a ferramenta sirva de suporte após a migração para o mercado livre, em que o problema deixa de ser os valores gastos com conta de energia e passa a ser o entendimento da nova estrutura de sua conta de luz. “A inovação que estamos trazendo está na simplicidade. Como boa parte do time trabalhou na Câmara de Comercialização de Energia Elétrica, conseguimos apresentar uma solução que ajude não só a nossa empresa a obter um ganho de escala considerável, mas principalmente o consumidor de energia. Essa plataforma é a possibilidade que o consumidor tem de estar no comando”, finaliza Ruffato.

Leia Mais

Outras Notícias