quinta-feira, junho 20, 2024

Empresa de Santa Catarina estreia no mercado de energia solar com 100% da produção vendida

Compartilhar

O mercado de energia solar cresce vertiginosamente no Brasil. De acordo com a Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (Absolar), o Brasil já superou a capacidade de 38 gigawatts instalada, o que representa quase 17% da matriz energética brasileira. Além disso, as projeções são ainda mais ousadas: até o final deste ano, o país deve chegar à marca de 45,5 gigawatts em operação, o que revela um cenário de crescimento constante.

Diante de um segmento mais do que promissor, a empresa catarinense Quare Ambiental – um dos braços da Quare Organizações, sediada em Blumenau – anuncia a entrada no mercado de produção de energia com uma notícia positiva: toda a produção atual já é comercializada. A empresa opera com seis usinas de geração de energia fotovoltaica, sendo duas em Blumenau, duas em São Miguel do Oeste e duas em São Lourenço do Oeste, produzindo aproximadamente 1,8 megawatts por mês. De acordo com a empresa, a produção atual evita a emissão de 1,5 toneladas de CO2 (gás carbônico), o que corresponde a mais de 400 árvores por ano.  

“Toda a nossa produção hoje é comercializada para empresas que consomem essa energia e isso nos dá uma amostra de todas as possibilidades desse mercado. As pessoas e as empresas estão descobrindo que podem economizar com a aquisição de energia direto de quem produz e estamos vendo um futuro de muito crescimento para esse setor em um pequeno espaço de tempo, o que nos incentiva a investir nessa potencialidade”, afirma Ronaldo Baumgarten Neto, sócio e diretor de expansão da da Quare Ambiental, ressaltando que, atualmente, toda a energia produzida é adquirida por empresas que já são clientes de outras empresas da Quare Organizações.

“Com a expansão, nossa capacidade produtiva vai aumentar e ainda temos clientes interessados, mas havendo sobra dessa produção, com certeza vamos disponibilizar para o mercado externo”, complementa.

Planos de expansão

Na esteira do crescimento do mercado de energia fotovoltaica, a Quare Ambiental já nasce com planos de expansão. Além das seis usinas já em funcionamento, a empresa está em processo de aprovação para uma nova unidade em Minas Gerais. A previsão é que a produção atual seja amplificada em pelo menos mais 3,5 megawatts nos próximos meses.

“Sabemos que o futuro são as fontes de energia renováveis, sustentáveis e que gerem menos impacto para o meio ambiente. A tendência da energia como é produzida hoje, com distribuição pelas empresas e concessionárias, é de ter um reajuste sempre maior que a inflação, aumentando o seu custo. E, em contrapartida, a energia fotovoltaica, além de limpa, tem um custo muito mais baixo. E a Quare Ambiental está trabalhando fortemente, trazendo uma nova opção ao mercado para quem quer investir no consumo de energia sustentável”, finaliza Baumgarten.

Leia Mais

Outras Notícias