quinta-feira, junho 20, 2024

Privalia e Oficina Muda transformam guarda-chuvas quebrados em jaquetas

Compartilhar

A Privalia, hub que conecta consumidores a mais de 600 “love brands” nacionais e internacionais, traz no seu DNA a sustentabilidade desde sua concepção, com foco em estender a vida útil dos produtos e solucionar problemas de estoque das marcas. Agora, expandindo suas ações de upcycling, a plataforma realizou uma parceria com a Oficina Muda, transformando 100 guarda-chuvas em 40 jaquetas corta-vento.

Os guarda-chuvas eram utilizados pelos colaboradores da empresa para se deslocarem em dias chuvosos, tanto no Centro de Distribuição em Extrema-MG como na sede da Privalia, na capital paulista. Com o desgaste natural do uso, as sombrinhas, que estavam rasgadas ou com hastes quebradas, se tornaram inutilizáveis.

“Aqui na Privalia estamos constantemente pensando em soluções sustentáveis para o lixo. Em 2023, por exemplo, reduzimos em mais de 31% o descarte de resíduos recicláveis, reutilizando no ano até 120 toneladas de papelão. Quando reunimos estes guarda-chuvas, logo procuramos alternativas para dar uma nova vida e utilidade a eles”, explica Thiago do Nascimento, COO da Privalia.

‘Larissa Greven, CEO e idealizadora da Oficina Muda, e Luise Sanchez, Coordenadora de Marketing e Design da Oficina Muda, que atua diretamente no fomento e desenvolvimento de ONGs e instituições voltadas a transformar o resíduo têxtil da cadeia da moda com inovação e criatividade, afirmam que a ação em parceria com a Privalia foi ao encontro do propósito da oficina.

“Somos uma empresa colaborativa e, por isso, as parcerias e os projetos sociais são tão importantes para nós, pois ampliam o nosso olhar e soluções para o resíduo. A Relevo, responsável pela produção das peças, é uma marca de Petrópolis – RJ, que transforma guarda-chuvas quebrados e boias furadas em produtos diversos. Quando a Privalia nos procurou, sabíamos que seriam eles os parceiros ideias para esta reciclagem”, ressaltam.

Privalia: Compromisso com o Meio Ambiente

Cada vez mais, a Privalia tem buscado efetivar ações voltadas para o desenvolvimento sustentável da operação, implementando melhores práticas, estabelecendo excelentes parcerias e sendo um agente importante para seus clientes, apoiando-os para que tenham uma atuação ambientalmente responsável.

Em 2021, a empresa contratou uma consultoria em ESG para definição de estratégia e metas para a área, implementando a metodologia para cálculo da pegada de carbono da empresa. Com base nisso, a Privalia aderiu voluntariamente ao Programa Brasileiro GHG Protocol, responsável pela adaptação do método GHG Protocol ao contexto brasileiro e desenvolvimento de ferramentas de cálculo para estimativas de emissões de gases do efeito estufa (GEE).

“Desde 2022, temos ações no CD relacionadas à redução dos resíduos, ainda que esses sejam destinados à reciclagem. Implementamos, neste mesmo ano, o projeto Reciclar, que foi responsável por reduzir 27% dos resíduos de papelão, com a reutilização de caixas – que seriam destinadas ao descarte – para funções administrativas e de reversa aos fornecedores”, aponta Thiago.

Outra ação que gerou um grande impacto positivo na produção foi a utilização de embalagens produzidas com material biodegradável, iniciada em agosto de 2022, que reduziu em 100 toneladas o plástico produzido ao ano pela empresa. Este resultado é fruto da parceria com a BioElements, startup chilena que produziu a fórmula do bioplástico. Conhecido por BIOE-8, o material das novas embalagens é feito de uma resina de base vegetal, não tóxica, que se degrada na natureza em um período que varia entre seis e 20 meses. Esta iniciativa ganhou o Prêmio Brasileiro de Embalagem Embanews 2024 na categoria sustentabilidade.

“Implementamos também a gestão de todo resíduo sólido emitido pelo Centro de Distribuição e envio para empresas idôneas e legalizadas para uso em reciclagem: papelão, papel, plástico, madeira, metal, óleo lubrificante, óleo comestível”, finaliza.

A Privalia também está trabalhando em um piloto de entregas sustentáveis, que consiste no uso de bicicletas elétricas e furgões, com zero emissão de carbono, para apoiar as entregas da empresa. Hoje, mais de 260 mil entregas são realizadas com veículos elétricos o que gera 190 toneladas de CO2 a menos sendo emitidas.

Os corta-ventos estão à venda nas lojas físicas da Oficina Muda e no site: www.oficinamuda.com.br.

Leia Mais

Outras Notícias