quinta-feira, junho 20, 2024

Programa de ESG da Lenovo busca impactar e transformar a vida das pessoas

Compartilhar

Causar impacto e transformar a vida das pessoas são dos dois objetivos básicos do programa social desenvolvidos pela Lenovo Foundation, instituição criada em 2018 inicialmente na China e Estados Unidos, que depois se estendeu para outros países onde a empresa atua.

Segundo Alice Damasceno, diretora de Cidadania Corporativa e Comunicação ESG para América Latina da Lenovo, os investimentos da empresa em filantropia são feitos através de editais, pelo qual seleciona os programas no quais a organização vai investir e apoiar.  Ela emprega 0,5% do seu lucro líquido antes dos impostos e seus projetos já impactaram mais 15 milhões de pessoas e impulsionaram a vida e o trabalho de mais de um milhão de pessoas.

A iniciativas da Lenovo buscam através da tecnologia empoderar comunidades, empregabilidade e acesso à educação. Um dos programas oferece treinamento e formação para adultos, inclusive da 3ª idade, para apoiar desempregados ou os que buscam uma nova recolocação profissional.

Para incentivar as mulheres a ingressarem no mercado de trabalho de TI, desenvolve programas de formação de jovens dentro do conceito de STEM (Science, Technology, Engineering, Matematics), como por exemplo o programa “Chicas em TI”, organização na Argentina, que desde 2015 busca reduzir a disparidade de gênero no ambiente de empreendedorismo tecnológico em nível regional.

Para contribuir na área de educação, firmou uma parceria em 2019 com o Instituto Ayrton Senna, voltada para o conhecimento e experiências educacionais que promovam o aperfeiçoamento e a formação de professores no Brasil. por meio da doação de parte do valor da venda dos produtos para o Instituto.

Compromissos

Em janeiro de 2023, a Lenovo assumiu o compromisso de atingir emissões líquidas zero de gases com efeito de estufa (GEE) até 2050. Ela também pretende reduzir o tamanho das embalagens para minimizar os materiais utilizados, mas mantendo ao tempo a proteção adequada para os produtos.

As prioridades de embalagens da Lenovo concentram-se na redução do consumo de embalagens, dos resíduos e dos níveis de emissões de carbono ao usar fibras de bambu ou cana-de-açúcar em produtos selecionados que ao mesmo tempo melhorou a experiência do cliente.

A nova embalagem foi usada para enviar cartões de memória e um dos nossos modelos ThinkPad. O resultado foi uma redução de 6,7% nas emissões de CO 2 dos transportes e redução do peso em 30% em comparação com a caixa anterior.

A Lenovo pretende também eliminar materiais plásticos das embalagens dos produtos aos combinar a tecnologia de fibra de bambu com outros materiais inovadores, e como resultado já eliminou 192 toneladas métricas de plástico nas embalagens.

O programa de embalagens da Lenovo exige o uso de fibras certificadas pelo Forest Stewardship Council (FSC) para todos os produtos ThinkPad e notebooks de consumo selecionados.

Outra iniciativa em andamento é o trabalho desenvolvido pelo Escritório de Diversidade de Produtos da Lenovo, que se concentra no desenvolvimento e design universal de produtos para ajudar a eliminar preconceitos. “Nossa meta é que até 2030, 75% de todos os produtos da Lenovo sejam inclusivos”, ressalta Alice Damasceno.

A área de energia também está contemplada nos programas de ESG da Lenovo, que desenvolveu uma tecnologia de refrigeração líquida direta nos servidores da linha Lenovo Neptune, que resulta em 95% de eficiência na remoção de calor e até 40% de redução no consumo de energia em uma estrutura compacta que permite maior densidade no data center. Além disso, o calor residual pode ser utilizado para outras finalidades.

Em junho próximo, a empresa deve divulgar seu novo relatório de sustentabilidade, com atualização de suas iniciativas.

Leia Mais

Outras Notícias