quinta-feira, junho 20, 2024

Programa brasileiro recicla 97% das embalagens vazias de defensivos agrícolas que recebe

Compartilhar

Em 17 de maio celebra-se o Dia Mundial da Reciclagem. A data reflete sobre a importância da gestão sustentável dos resíduos e a preservação do meio ambiente. O Brasil conta com o Sistema Campo Limpo, programa que promove a destinação ambientalmente correta de 100% das embalagens vazias de defensivos agrícolas recebidas, sendo 97% recicladas e apenas 3% incineradas.

Sob a gestão do Instituto Nacional de Processamento de Embalagens Vazias (inpEV), o programa – com a parceria de 10 recicladoras – permite a produção de até 38 artefatos homologados, a partir da resina reciclada das embalagens vazias devolvidas pelos agricultores, o que faz com que o Sistema seja um case de sucesso mundial em economia circular.

São geradas as novas embalagens de defensivos Ecoplástica, o sistema de vedação Ecocap, além de produtos para a construção civil (dutos corrugados e tubos para esgoto), transportes (caixa para bateria, dormentes ferroviários e postes de sinalização), setor energético (cruzetas para postes) e indústria moveleira (moldes em papelão para proteção industrial e de móveis).
“Uma das principais conquistas do Sistema Campo Limpo é o seu impressionante índice de reciclagem, que alcança quase 100% das embalagens vazias recebidas. Isso é resultado do engajamento dos elos da cadeia produtiva, de sua capilaridade, eficiência e inovação nos processos”, destaca Marcelo Okamura, presidente do inpEV.

Sistema Campo Limpo e inpEV

Desde o início de sua operação, em 2002, o Sistema Campo Limpo já destinou, adequadamente, mais de 750 mil toneladas de embalagens vazias de defensivos agrícolas. Só em 2023, foram 53,2 mil toneladas. O programa tem como base o princípio das responsabilidades compartilhadas entre todos os elos da cadeia produtiva (indústria fabricante/registrante, canais de distribuição e agricultores), com apoio e fiscalização do poder público. Reúne mais de 256 associações de revendas e cooperativas e atende cerca de 2 milhões de propriedades rurais em todo o País, de acordo com o censo agrícola de 2017.

O Sistema está presente em todo o Brasil e conta com 416 unidades de recebimento, onde os agricultores podem devolver as embalagens vazias. Há ainda a possibilidade dessa entrega ser feita nos Recebimentos Itinerantes, que ocorrem em regiões distantes das unidades de recebimento e visam atingir os pequenos produtores.

Com mais de 20 anos de atuação, o inpEV – representante da indústria fabricante de defensivos no Sistema – é o responsável pela destinação ambientalmente correta das embalagens vazias e sobras pós-consumo no Brasil, processo estabelecido pela Lei Federal nº 14.785/23 e o Decreto Federal 4.074/02. É uma instituição sem fins lucrativos, formada por mais de 195 fabricantes e entidades representativas da indústria, canais de distribuição e agricultores.

Leia Mais

Outras Notícias