sábado, maio 25, 2024

Auren Energia tem lucro líquido de R$ 254 milhões no primeiro trimestre de 2024

Compartilhar

A Auren Energia, uma das maiores plataformas de geração renovável e a comercializadora de energia líder de mercado no Brasil, divulga seus resultados relativos ao primeiro trimestre de 2024. No período, o lucro líquido da Companhia chegou a R$ 254 milhões, um aumento de 10,3% em relação ao primeiro trimestre de 2023 devido à expansão das vendas do segmento de comercialização e redução de despesas.

Durante o primeiro trimestre de 2024, a receita líquida da Auren foi de R$ 1,4 bilhão, em linha com o mesmo período do ano passado. O EBITDA Consolidado foi de R$ 600 milhões, 32,7% superior na mesma base de comparação. Já o EBITDA Ajustado ficou em R$ 360 milhões, com margem EBITDA Ajustada de 25,8%.

No segmento de comercialização de energia, a Auren encerrou o trimestre com um volume de venda de energia 13% superior ao registrado no 1T23. Ao final do trimestre, a companhia tinha um nível de contratação de 91% para os anos de 2024 a 2026.

“A Auren acaba de completar dois anos e temos muito orgulho de celebrar entregando mais um trimestre de resultados consistentes, fruto de um portfólio robusto de ativos, eficiência operacional e disciplina financeira”, afirma Fabio Zanfelice, o CEO da Auren Energia.

Nos três primeiros meses de 2024, o Fluxo de Caixa Operacional da Auren atingiu R$ 424,5 milhões, um crescimento de 11,1% frente ao 1T23. Já as despesas PMSO (pessoal, material, serviços de terceiros e outros) foram reduzidas em 5%. A alavancagem, medida pela relação entre dívida líquida e EBITDA Ajustado, encerrou o trimestre equivalente a 1,9 vez.

Outro destaque do trimestre foi a distribuição de R$ 400 milhões em dividendos referentes ao exercício de 2023.

“Mesmo em um trimestre desafiador para todo o setor do ponto de vista climático, conseguimos obter resultados positivos devido à resiliência do nosso portfólio de ativos e capacidade de gestão. Estamos bem-posicionados para capturar mais oportunidades ao longo de 2024 e gerar ainda mais valor aos nossos acionistas”, afirma Mario Bertoncini, Vice-Presidente de Finanças e Diretor de Relações com Investidores da Auren Energia.

Expansão

Em março de 2024, a capacidade instalada operacional da Auren totalizou 3,2 GW. Destaque para a entrada em operação comercial do parque híbrido Sol de Piauí – primeiro empreendimento solar autorizado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) a operar de forma associada a um projeto eólico, compartilhando a infraestrutura do sistema de transmissão com o complexo eólico Ventos do Piauí I. A companhia segue com previsão de novas entregas e conquistas, como o avanço do projeto solar Sol de Jaíba, que, até o momento, totaliza 240 MWac em operação comercial, equivalentes a 305 MWp, nesta data.

Leia Mais

Outras Notícias