sábado, maio 25, 2024

ISA CTEEP divulga Relatório Anual de Sustentabilidade 2023

Compartilhar

Comprometida em gerar valor sustentável e promover impactos socioambientais positivos em longo prazo, a ISA CTEEP – líder no setor de transmissão de energia no País – divulga seu Relatório Anual de Sustentabilidade 2023, elaborado com base nas normas da Global Reporting Initiative (GRI) e nos princípios da International Financial Reporting Standards Foundation (IFRS Foundation). O documento traz as informações consolidadas acerca dos principais resultados econômico-financeiros, ambientais e sociais alcançados ao longo do ano.

Dentre as iniciativas de destaque estão a redução de 22% nas emissões de SF6 (3,2 tCO2e evitadas em relação a 2022), um gás de propriedade isolante e extremamente importante para o setor elétrico, mas que tem impacto no efeito estufa; a conquista da certificação ISO 14.001 – Sistema de Gestão Ambiental para mais 18 subestações próprias, totalizando 27 instalações, o que corresponde a mais de 20% do parque instalado – a meta é implementar a certificação em 100% dos ativos até 2030; e a conquista da primeira certificação de créditos de carbono no Pantanal (MS), viabilizada com o apoio técnico e financeiro do Programa Conexão Jaguar para a emissão de 231 mil créditos de CO2, com potencial de evitar 430 mil tCO2e até 2030: o REDD+ Serra do Amolar, sob a gestão do Instituto Homem Pantaneiro (IHP). O programa voluntário, desenvolvido pela ISA em toda a América Latina, tem o propósito de promover a conservação da biodiversidade, a mitigação das mudanças do clima e o desenvolvimento de comunidades.

“Estamos orgulhosos do grande avanço em nossa estratégia climática, com a redução contínua das emissões em nossas operações e a integração crescente de energias renováveis em nosso modelo de negócio. Estamos focados em contribuir com a mitigação e a adaptação climática na preparação para os próximos desafios. Este compromisso reflete a nossa responsabilidade com o meio ambiente e as gerações futuras, assim como fortalece a nossa resiliência e liderança no setor de energia”, declara Ana Carolina David, gerente de comunicação, sustentabilidade e relações institucionais da ISA CTEEP.

Confira abaixo os destaques do período:

Segurança e saúde (capital humano)

Alcance da marca de zero acidente com colaboradores próprios, como resultado de uma série de ações estruturadas para garantir a promoção de condições seguras de trabalho nas diversas atividades da companhia;

Redução de 81% na taxa de frequência de acidentes;

Investimento de R$ 1,76 milhão em treinamentos, alcançando mais de 72 mil horas em formações – uma média de 45 horas por colaborador.

Operação, manutenção e projetos (capital manufaturado)

Energização de dois novos projetos greenfield (arrematados em leilões) que colaboram com a transição energética ao promover o escoamento de energia renovável: Itaúnas (ES) e Triângulo Mineiro (MG), habilitando o recebimento de mais de R$ 100 milhões de receita. Ainda há sete projetos em execução com investimentos que ultrapassam os R$ 10 bilhões e que serão entregues até 2028, incluindo três novas concessões arrematadas no Leilão de Transmissão nº 01/2023: Serra Dourada (BA e MG), Itatiaia (RJ e MG) e Água Vermelha (SP);

Recorde histórico de investimentos em projetos de reforços e melhorias, com o aporte de R$ 1,2 bilhão na modernização do parque de transmissão instalado no Estado de São Paulo, contribuindo com a confiabilidade e a robustez do sistema;

Conquista da certificação ISO 55.001 – Gestão de Ativos para instalações próprias e de subsidiárias da ISA CTEEP, incluindo subestações e linhas de transmissão aéreas e subterrâneas.

Meio ambiente e sociedade (capital natural e social)

Redução de 22% nas emissões de SF6 (3,2 tCO2e evitadas em relação a 2022);

Conquista da certificação ISO 14.001 – Sistema de Gestão Ambiental para mais 18 subestações próprias, totalizando 27 instalações;

Investimento de R$ 3,1 milhões em iniciativas sociais com recursos próprios e oriundos de leis de incentivo, o que permitiu viabilizar ações culturais, educacionais, esportivas, de conscientização ambiental, voluntariado e apoio a comunidades.

Diversidade, equidade e inclusão (capital humano)

Aumento da participação de mulheres (2,3 p.p) e negros (2,1 p.p) no quadro efetivo da companhia;

Crescimento de 29,4% no número de pessoas com deficiência empregadas.

Inovação e digitalização (capital intelectual)

Investimento de R$ 19,9 milhões em projetos de pesquisa, desenvolvimento e inovação (PD&I), que impulsionam estratégias para enfrentar os desafios do setor, como a transição energética, aprimorar a eficiência operacional e viabilizar operações com menor impacto ambiental;

Em iniciativa pioneira no Brasil, implementação do conceito de subestação 4.0 na Subestação de Jaguariúna, ativo já existente e localizado no interior de São Paulo;

Uso de drones em 100% das inspeções realizadas nas cerca de 35 mil torres de transmissão que estão sob concessão da companhia, elevando a segurança, a precisão e a rapidez na execução da atividade.

Leia Mais

Outras Notícias