quarta-feira, maio 22, 2024

Lord firma parceria com Plastic Bank para coletar 60 toneladas de plásticos

Compartilhar

A Lord, empresa especializada na produção de filmes e embalagens plásticas flexíveis, fechou parceria com a Plastic Bank Brasil para estimular a coleta de 60 toneladas de plástico em áreas costeiras do Rio de Janeiro, de São Paulo e do Espírito Santo ao longo deste ano. Juntas as empresas vão impedir que volume equivalente a mais de 3 milhões de toneladas de garrafas plásticas polua o meio ambiente, ao mesmo tempo em que apoia comunidades de coleta no país.

Fundada no Canadá, em 2013, a Plastic Bank existe para criar um mundo sem desperdícios, mobilizando comunidades, empresas e indivíduos para recolher materiais descartados do meio ambiente e usá-los para aliviar a pobreza.  Nas comunidades de coleta, o plástico funciona como moeda, sendo trocado por renda e benefícios sociais. Essas trocas são registradas por meio de uma plataforma proprietária segura por blockchain, garantindo uma coleta rastreável, renda garantida e relatórios verificados. Os membros cadastrados no ecossistema recebem um bônus pelo material entregue nos pontos de coleta, aumentando as suas rendas em pelo menos 40%.

Para fazer a compensação plástica de seus produtos, a Lord, que fornece as embalagens para os mercados nacional e internacional, tornou-se parceira do programa da Plastic Bank. Segundo o presidente da Lord, Herman Moura a parceria reforça o compromisso com a geração de valor em toda a cadeia do plástico:

– Promover a circularidade do plástico é fundamental na transição para uma cultura que atribui valor aos resíduos. “Essa importante parceria com a Plastic Bank fomenta nosso compromisso em contribuir para o bem-estar humano e atuar com responsabilidade ambiental em todas as nossas iniciativas”, diz ele.

 – A parceria prevê que todo o volume de plástico coletado seja encaminhado para reciclagem, processado e transformado em “Plástico Social”, que, após o beneficiamento, pode ser reintegrado em novos produtos e embalagens, como parte de uma cadeia circular de suprimentos, através do ecossistema da Plastic Bank.

“Nosso objetivo é redefinir a narrativa do plástico em nossa sociedade. Não se trata apenas dos quilogramas de plástico que impedimos de poluir nosso ambiente; trata-se das vidas que tocamos e melhoramos por meio desse processo. Por meio de nossas parcerias com empresas como a Lord, podemos estender nosso apoio a mais comunidades que lutam para superar a pobreza. Nossas comunidades revelam valor no plástico descartado quando o coletam manualmente, trocam-no por renda adicional e o utilizam para pavimentar seu caminho para fora da pobreza”, reforça Miguel Paranaguá, diretor de operações da Plastic Bank no Brasil.

Além do Brasil, a Plastic Bank trabalha no combate ao plástico nos oceanos nas Filipinas, na Indonésia, na Tailândia, e no Egito Coletivamente, os membros de coleta da empresa social recuperaram mais de 120 milhões de quilogramas de plástico para reciclagem – o equivalente a 6 bilhões de garrafas plásticas. Notavelmente, o Brasil contribuiu com mais de 275 milhões de garrafas para esse marco.

Para a Lord, a sustentabilidade desempenha um papel fundamental como estratégia de  negócio. Dessa forma, destacam-se diversas iniciativas, incluindo a linha de filmes sustentáveis, Ecofilm, que abrange uma gama de soluções e tecnologias, como o uso de resinas PCR (pós-consumo recicladas), resinas provenientes de fontes renováveis, filmes monomaterial e biodegradáveis. Além disso, o programa socioambiental Projeto Eco tem como objetivo promover a valorização do plástico e a economia circular em toda a cadeia do material, tanto nas fábricas quanto nas escolas de ensino público.

Leia Mais

Outras Notícias