sábado, maio 25, 2024

EY vai triplicar oferta de financiamento sustentável para clientes a nível global.

Compartilhar

A EY anuncia o lançamento de um novo Centro de Inovação Financeira Sustentável em Dublin para ajudar instituições financeiras em todo o mundo a acelerar os seus esforços para cumprir os seus requisitos regulamentares e de reporte ambientais, sociais e de governação (ESG).

A atual equipe de finanças sustentáveis ​​de serviços financeiros da EY Irlanda mais do que triplicará de tamanho nos próximos meses, com mais 40 contratações de especialistas planeadas para abranger os três pilares do ESG. O novo centro, que será liderado pelo parceiro da EY Ireland Financial Services, Sean MacHale, prevê um crescimento de dois dígitos nos próximos doze meses, à medida que se expande para satisfazer a crescente procura dos clientes em todo o mundo.

O hub de Dublin será ampliado por uma rede de indivíduos com profundo conhecimento em sustentabilidade na Europa, Ásia-Pacífico e EUA, que se reunirão para fornecer as mais recentes ideias e conselhos aos clientes sobre relatórios ESG, com foco particular nas áreas de biodiversidade e natureza, regulamentação da UE, objetivos internacionais, entre outros.

Colin Ryan, Country Lead da EY Ireland Financial Services, comenta que “o setor de serviços financeiros desempenha um papel central na transição para um futuro mais sustentável e estamos agora a expandir significativamente a nossa capacidade de fornecer serviços de transformação financeira sustentável de ponta a ponta aos clientes. no setor. A adição de 40 contratações de especialistas nos três pilares do ESG fará com que o nosso centro de Dublin se torne num centro globalmente significativo de inovação na área de serviços financeiros sustentáveis. O setor terá de cumprir um volume crescente de requisitos regulamentares nos próximos anos, e muitas empresas já enfrentam vários prazos só este ano. O nosso novo centro apoiará as empresas a reportarem de forma mais eficaz as suas atividades e ajudará os clientes a garantir que permanecem em conformidade com o ambiente regulatório em evolução.”

Leia Mais

Outras Notícias