quarta-feira, maio 22, 2024

Varejo responde por 12% do desperdício global de alimentos por dia

Compartilhar

No final de março, um número alarmante veio à tona por meio do relatório do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA). Pasmem, mais de 1 bilhão de refeições foram desperdiçados por dia em 2022. Só o varejo, aponta o levantamento, foi responsável por 12% desse impressionante volume, que totaliza um número de 132 kg percapita e se aproxima de quase um quinto dos alimentos totais disponíveis aos consumidores.

Esse desperdício desenfreado dos alimentos ao redor do planeta tem impactos na economia global, nas mudanças climáticas, perdas irreparáveis na biodiversidade e, claro, a poluição do planeta. E o que dizer da sociedade? Vejam esse número: cerca de 783 milhões de pessoas foram impactadas pela fome no mundo e um terço da humanidade enfrentou a chamada insegurança alimentar há dois anos.

Além do varejo, segundo o relatório, 60% dos desperdícios ocorreram no âmbito doméstico e outros 28% nos serviços de alimentação. A partir disso, temos uma reflexão importante: a prevenção de perdas e desperdícios começa em uma conscientização individual, em cada pessoa. São essas mesmas pessoas que fazem parte das empresas que também têm parcela significativa nesse número, o que nos leva ao ponto fundamental das discussões de prevenção de perdas: a cultura e a consciência.

As empresas têm um papel importantíssimo de adotar definitivamente programas de prevenção de perdas e gestão de recursos e desperdícios para que, não só no tema alimentos, mas, em todos os demais insumos das cadeias de abastecimento, ocorra uma gestão consciente e responsável, que gera impactos positivos (ou negativos) no ambiente, na sociedade e na economia.

Então, ao falar de ESG, onde está o item prevenção de perdas e gestão de recursos e desperdícios, é preciso abordá-la de forma a ser uma estratégia concreta e que pode transformar perdas em lucros e muito mais, em uma sociedade mais justa e um ecossistema saudável e sustentável.

Anderson Ozawa, CEO da AOzawa Consultoria, especialista em governança Operacional e Corporativa, palestrante, consultor, professor da FIA Business School e autor do livro “Pentágono de Perdas: Transformando Perdas em Lucros”

Leia Mais

Outras Notícias