sábado, maio 25, 2024

Nestlé e SENAI prorrogam inscrições de edital para projetos focados no futuro do sistema alimentar

Compartilhar

A Nestlé Brasil e o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI), apoiado pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), prorrogaram para 12 de abril o término do prazo das inscrições no edital “Inovação em Alimentos: Transformando o Futuro do Sistema Alimentar”. Com aporte de R$ 6,25 milhões, sendo R$5 milhões da Nestlé e R$1,25 milhão do SENAI, a iniciativa busca impulsionar projetos inovadores para resolver desafios nas frentes de agricultura regenerativa, circularidade e energias renováveis. Os interessados devem se inscrever pelo site da Plataforma Inovação para a Indústria (www.plataformainovacao.com.br), na seção “Missão Industrial”.

Com abrangência nacional, a chamada tem como público-alvo os Institutos SENAI, Instituições Científicas, Tecnológicas e de Inovação – ICT’s e universidades (públicas ou privadas), empresas da cadeia de valor do setor de alimentos e bebidas, pequenas e médias empresas, startups, empresas de base tecnológica e agências de fomento para projetos de P&D+I interessados no desenvolvimento de projetos relacionados aos desafios apresentados.

A parceria entre Nestlé e SENAI pretende impulsionar alianças formadas por startups, universidades, grandes empresas e agências de fomento governamentais, de modo a criar novas aplicações para as cadeias produtivas estratégicas da empresa. Os projetos precisam, necessariamente, abordar um dos três grandes pilares: agricultura regenerativa, com soluções focadas para a cadeia leiteira (para acelerar e/ou monitorar práticas regenerativas no campo), para a cadeia do cacau (para medir e reduzir a pegada de carbono), e para a cadeia do café (verificar e monitorar práticas agrícolas); energias renováveis, com inovações que promovam a transição para uma matriz energética sustentável e eficiente; e em circularidade, com ideias e alianças que impulsionem a infraestrutura de reciclagem para diversos materiais, promovendo a inclusão social e conectando diferentes setores para atuarem nos desafios do pós-consumo.

“Queremos ouvir o que o ecossistema tem para agregar de fato na nossa jornada colaborativa. Um dos pilares que temos na Nestlé é a certeza de que o futuro é colaborativo e que não podemos enfrentar sozinhos os desafios complexos, especialmente os relacionados ao ESG, já que são questões que transpassam a empresa e abarcam toda a sociedade. Estamos animados para descobrir e cocriar os projetos frutos das alianças que surjam do edital, gerando iniciativas reais que possam ser escaladas e que realmente façam a diferença nos desafios mapeados”, afirma Carolina Falcoski, Gerente de Open Innovation da Nestlé Brasil.

“Esse incentivo via o edital permite que projetos que, no passado, não tiveram oportunidade anteriormente, sejam trazidos à tona e elevados para soluções realmente aplicáveis em um contexto industrial, dentro da realidade da emergência ambiental que estamos enfrentando. Esperamos resultados tangíveis e inovadores e que possam ser replicados e escalados em todo o território nacional”, destaca Gleiciane Fernanda de Carvalho Blanc, Coordenadora de Pesquisa e Desenvolvimento e Inovação do SENAI Paraná.

Após o término das inscrições, a missão segue para as etapas: avaliação preliminar, que acontece de 13 de abril a 13 de maio de 2024; portfólio de projetos, de 14 a 28 de maio de 2024; e avaliação e resultado final, de 28 de maio a 5 de junho de 2024.

Leia Mais

Outras Notícias