sábado, maio 25, 2024

Universitários brasileiros criam IAl em código aberto e conquistam bolsas de estudo do Google

Compartilhar

O projeto de código aberto RUXAILAB (Remote User Experience Artificial Intelligence Laboratory), coordenado pelo Liquid Galaxy Lab do Centro Universitário Facens – referência nacional em metodologias inovadoras de educação nas áreas de engenharia, tecnologia, arquitetura e saúde –, foi selecionado para participar como organização mentora no programa “Google Summer of Code 2024”, uma iniciativa mundial que une desenvolvedores às organizações de código aberto, possibilitando a colaboração e o desenvolvimento de projetos inovadores.

A ideia desenvolvida em Sorocaba, no interior de São Paulo, tem como foco as áreas de usabilidade, realidade híbrida, aplicação de Inteligência Artificial (IA) para UX e pesquisa acadêmica; foi selecionada entre projetos de 195 organizações de todo o mundo e os estudantes selecionados ganharão uma bolsa de estudo da plataforma.

Para Marc Gonzalez Capdevila, Pesquisador Principal do laboratório, “a inclusão do RUXAILAB no Google Summer of Code 2024 não apenas reconhece a excelência do trabalho, mas também destaca o Centro Universitário Facens como uma instituição líder em inovação e colaboração por meio de projetos de código aberto. Este é o quinto ano consecutivo que conquistamos esse reconhecimento internacional tão importante, o que mostra nossa capacidade de fazer com que a tecnologia seja cada dia mais acessível para sociedade”, afirma.

O RUXAILAB busca democratizar o que seria um laboratório de usabilidade, ou seja, um espaço dedicado à análise detalhada da interação entre usuários e tecnologias . Marc explica que, por meio de IA, o grupo conseguiu integrar sistemas desde reconhecimento ocular até a detecção de sentimentos. “O principal objetivo é fornecer insights que possam contribuir para a melhoria da experiência humana ao interagir com a tecnologia. Para estabelecer esses espaços, geralmente são necessários investimentos em equipamentos de alto custo, mas com a plataforma, esse acesso é gratuito”, diz.

 Liquid Galaxy Lab

O Liquid Galaxy LAB – Facens é um laboratório de pesquisa e inovação em tecnologias de representação de dados geoespaciais e análise da qualidade em uso em sistemas web e mobile, que nasceu do interesse dos alunos de Computação para aprender, colaborar e trabalhar com as tecnologias da Google. Atualmente, a equipe é composta por dez pessoas, entre estudantes, pesquisadores e ex-alunos da instituição.

Já o Liquid Galaxy é um projeto de código aberto fundado pelo Google em 2008. Começou como um visualizador panorâmico de vários monitores do Google Earth, mas evoluiu para se tornar uma ferramenta geral de visualização de dados para operações, marketing e pesquisa capaz de oferecer a possibilidade de visualizar imagens e vídeos panorâmicos, desenvolver passeios interativos e exibir dados GIS graficamente.

Leia Mais

Outras Notícias