quarta-feira, maio 22, 2024

Tendência: mercado de água em lata mais do que dobra a cada ano, segundo Ball Corporation

Compartilhar

O mercado de bebidas em latas está aumentando cada vez mais suas opções no Brasil. Em um contexto de mudanças climáticas, a importância da hidratação entrou em pauta no início do verão e promete se estender ao longo do ano. Além das opções convencionais como cervejas, refrigerantes e energéticos, outras categorias têm conquistado a preferência dos consumidores, como vinhos, cafés, drinks prontos e águas em lata. Entre as modalidades disponíveis na embalagem de alumínio, o mercado nacional de água em lata registrou um crescimento notável. Segundo estimativas da área de inteligência de dados da Ball Corporation, o volume de latas de água no mercado brasileiro mais do que dobrou a cada ano desde 2020, quando a categoria foi introduzida no Brasil. Líder mundial em embalagens sustentáveis de alumínio, a Ball desempenhou um papel fundamental na introdução destas novas opções no mercado brasileiro, destacando a água em lata como uma tendência significativa.

Esse crescimento se deve, principalmente, aos novos padrões de consumo voltados para a sustentabilidade. Segundo dados da Confederação Nacional da Indústria, o número de brasileiros que se preocupam com hábitos sustentáveis sempre ou na maioria das vezes aumentou de 74% para 81% em 2023. Com a hidratação se tornando uma preocupação relevante, o pós-consumo de embalagens de água, também se destaca. Para os consumidores mais conscientes, a lata de alumínio representa muito mais do que um envase prático e seguro, sendo 100% e infinitamente reciclável, e contribuindo com a renda de mais um milhão de famílias de catadores.

A tomada de consciência dos consumidores também se deve à preocupação com as alterações climáticas. Cerca de 93% das pessoas dizem acreditar que as mudanças climáticas representam um efeito sério e iminente para o planeta, de acordo com o Relatório “Confiança e Alterações Climáticas” do Edelman Trust Barometer 2023. O estudo também demonstrou que 67% das pessoas afirmam que existe uma lacuna significativa na forma como o padrão de vida atual exerce sobre o clima, em relação ao estilo ideal de consumo.

Responsável pela produção da embalagem mais sustentável da cadeia, cuja taxa de reciclagem chegou a 100% no Brasil em 2022, a Ball incentiva as marcas de bebida a incluírem as latas de alumínio em seus portfólios. Assim, o setor contribui para alcançar marcos como o de 2022, quando o país evitou a emissão de 1,8 milhões de toneladas de gases de efeito estufa a partir da reciclagem das latas de alumínio, contribuindo para uma economia verdadeiramente circular. Com os avanços, as latinhas da Ball na América do Sul apresentam cerca de 85% de conteúdo reciclado por embalagem.

Neste sentido, a Ball Corporation, comprometida com o desenvolvimento sustentável, projeta um crescimento no mercado de latas para água. “Bebidas em lata agregam às marcas e consumidores mensagens de sustentabilidade dentro da agenda ESG, e a água em lata representa uma escolha sustentável que atende às expectativas dos consumidores mais conscientes sobre saúde e meio ambiente. Temos muito orgulho de ser pioneiros em tecnologias para o setor de latas de alumínio e referência no envase de diferentes categorias de bebidas, sendo responsáveis por trazer água, vinho, drinks e café com segurança e qualidade para a lata”, comenta Daniela Tomatti, Vice-Presidente Comercial da Ball para América do Sul.

Leia Mais

Outras Notícias