sexta-feira, maio 17, 2024

Serpro e Porto Digital lançam módulo ‘Rise Up’ para formar talentos em TI

Compartilhar

A parceria entre o Serpro e o Porto Digital, um dos principais polos tecnológicos e ambientes de inovação do Brasil, localizado em Recife, deu um passo significativo com a realização da aula inaugural da empresa no programa Residência Onboard. A estatal assume uma disciplina da grade curricular do curso de Tecnólogo em Análise e Desenvolvimento de Sistemas, do Senac.

“A participação do Serpro nesse programa está totalmente alinhada à estratégia da empresa de inclusão digital com impacto social. Essa é uma oportunidade para expandirmos os nossos horizontes, permitindo novas conexões com o ecossistema de TI, e levarmos o nosso conhecimento para além das fronteiras da instituição”, destaca Ariadne Fonseca, diretora de Desenvolvimento do Serpro.

A disciplina, ofertada pela estatal por meio de um time de profissionais especialistas, aborda a linguagem de programação Javascript e o framework de código aberto para a criação de aplicativos Angular. O módulo, denominado “Rise Up”, é voltado para estudantes do segundo período do curso, com foco na parte técnica dos projetos. A turma é composta por 39 alunos oriundos do programa Embarque Digital e de instituições de ensino parceiras do Porto Digital.

Conhecimento especializado

“É uma imensa honra ganhar conhecimento ao lado da equipe do Serpro, durante minha residência no Porto Digital. Estamos empolgados em mergulhar nos estudos de HTML, CSS, JavaScript e no framework Angular. Com essa base sólida, estamos preparados para enfrentar os desafios e avançar em nossa jornada no universo da tecnologia”, comemora, em seu perfil da rede social Linkedin, Afonso Estevão, um dos alunos da turma. “Os profissionais do Serpro são verdadeiros mestres em suas áreas, compartilhando conhecimentos valiosos e nos orientando rumo ao sucesso. Cada dia ao lado deles é uma oportunidade de aprendizado e crescimento”, completa.

Para Anthony Amaral, outro aluno do curso, esse primeiro encontro foi fundamental para ampliar a compreensão sobre o papel que o Serpro desempenha, especialmente na segurança de dados. “Fiquei impressionado com o serviço exclusivo da nuvem de governo. É um potencial imenso em uma nova era de dados sensíveis, como os do SUS e da Receita Federal, entre outros. Espero me aprofundar cada vez mais em desafios front end e entender a relação da nuvem, inteligência artificial e Docker no mercado de trabalho”, anuncia em sua postagem no Linkedin.

Danielle Valença, gerente de Desenvolvimento do Serpro responsável pela parceria educacional revela entusiasmo com a iniciativa. “Será uma jornada de ensino e, certamente, muito aprendizado. Durante a aula inaugural, conversamos sobre a proposta de trabalho e tivemos a oportunidade de apresentar para os alunos um pouco mais sobre a empresa, que continua a escrever a história da tecnologia digital no Brasil”, aponta.

Ainda segundo ela, no dia 3 de abril, foi realizada a primeira aula técnica da disciplina no prédio do Porto Digital. As aulas da disciplina acontecem de abril a junho desse ano, sempre às quartas-feiras, das 18h30 até 20h30.

Residência Onboard

O Serpro firmou parceria com o Porto Digital em março desse ano, contemplando a inauguração de um espaço próprio para a empresa dentro no parque tecnológico pernambucano. A parceria prevê, entre outras atividades, a disseminação de conhecimento técnico para os estudantes de graduação na área de tecnologia, através do já citado programa Residência Onboard, que tem como objetivo principal reduzir a lacuna de profissionais de TI, formando recursos humanos capacitados e com visão mercadológica para atuar nas empresas de tecnologia e potencializar o mercado.

Embarque Digital

O Embarque Digital é um programa de educação da Prefeitura do Recife em parceria com o Porto Digital. Criado em 2021, tem como objetivo formar estudantes em situação de vulnerabilidade social na área de tecnologia, a fim de fortalecer o setor de TI na cidade. A graduação tem duração de dois anos e seis meses, e acontece de forma presencial nas instituições de ensino superior parceiras do Porto Digital. Um dado importante é que 88% dos alunos têm renda familiar de até três salários-mínimos.

Leia Mais

Outras Notícias