sexta-feira, maio 17, 2024

Gartner prevê que até 2027, 80% dos líderes de Digital Workplace integrarão ferramentas eletrônicas com gerenciamento de ESG

Compartilhar

O Gartner prevê que até 2027, cerca de 80% dos líderes de locais de trabalho digital (DW – Digital Workplace) integrarão ferramentas eletrônicas de gestão e relatórios ESG (Environmental,  Social and Governance) em seus espaços, em comparação com menos de 5% atualmente.

“A sustentabilidade ambiental é uma prioridade crescente para CEOs e executivos de negócios, apesar das restritas condições econômicas”, diz Stuart Downes, Vice-Presidente e Analista do Gartner. “Hoje, poucas ferramentas de Digital Workplace oferecem dados sobre sustentabilidade, e as que oferecem geralmente se concentram no consumo de energia de dispositivos, que nos locais de trabalho digital representam apenas cerca de 15% das emissões.”

Ofereça soluções que melhorem a sustentabilidade empresarial: 

Ao longo dos próximos anos, os requisitos regulatórios para relatórios de ESG entrarão em vigor para empresas na União Europeia e na Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos (SEC).

“Os líderes de ESG esperam que a TI forneça soluções digitais que melhorem a sustentabilidade empresarial, bem como relatórios aprimorados de tecnologia para atender aos requisitos regulatórios, que devem ser normalizados e centralizados em programas de gestão e relatórios de ESG”, diz Downes. Para o Gartner, as capacidades de suporte à decisão e análise ajudam  a identificar oportunidades de melhorias que avançam as capacidades de ESG, incluindo considerações ambientais, como as emissões de carbono.

“O número de dispositivos e equipamentos utilizados por funcionários ganhará destaque à medida que as empresas  buscam otimizar as emissões de carbono”, diz Downes. “As empresas devem trabalhar com fornecedores de ferramentas, priorizando novas capacidades para medir e relatar os dados de sustentabilidade que os líderes de ESG exigem.”

Para otimizar as emissões de carbono, os fornecedores de ferramentas de infraestrutura de locais de trabalho digitais devem adicionar novas capacidades de relatórios de sustentabilidade às suas ofertas, incluindo ferramentas de gerenciamento de endpoint unificado (UEM), ferramentas de desktop como serviço (DaaS), ferramentas de gerenciamento de experiência digital dos funcionários (DEX) e condutores de  ataformas digitais. O foco em capacidades de sustentabilidade ambiental ajudará a atender aos requisitos regulatórios de energia e a reduzir custos à medida que a vida útil dos dispositivos é estendida.

Leia Mais

Outras Notícias