sábado, maio 25, 2024

ApexBrasil e Absolar querem atrair novos investimentos para transição energética

Compartilhar

A Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (ApexBrasil) e a Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (ABSOLAR) acabam de anunciar a celebração de uma parceria estratégica para atração de mais investimentos estrangeiros para o processo de transição energética no País, com destaque para o desenvolvimento da fonte solar, do hidrogênio verde e do armazenamento por baterias no território nacional.   

O anúncio foi feito esta semana pelos presidentes das duas entidades durante o ABSOLAR Meeting Centro-Oeste, realizado no dia 20 de março, em Brasília (DF), que reuniu autoridades públicas, empresários, agentes reguladores e especialistas no setor fotovoltaico.    

A parceria, que deve ser oficializada nas próximas semanas, prevê ampliação dos acordos internacionais com grandes players do setor de energias renováveis e com representantes de governos, no sentido de trazer mais capital externo para a nova industrialização do País, com foco no incremento da cadeia produtiva nas áreas de energias renováveis e tecnologias correlatas, incluindo avanços em pesquisa, inovação e sustentabilidade econômica, social e ambiental.

Entre as iniciativas previstas, destaca-se a busca por novos investimentos nas missões estabelecidas pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Industrial (CNDI) do plano Nova Indústria Brasil (NIB) para descarbonização e transição energética segura para as novas gerações, assim como nas diretrizes do novo Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) nas áreas de transição e segurança energética.

Para tanto, a ABSOLAR e seus associados vão estruturar um portfólio de projetos para investidores estrangeiros de países estratégicos, bem como um atendimento exclusivo aos players internacionais com interesse no Brasil nas áreas de energias renováveis e o desenvolvimento de uma agenda de visitas empresariais ao País.

Para Jorge Viana, presidente da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (ApexBrasil), essa aliança reforça o compromisso do País com a transição energética e com mais incentivos às energias renováveis e suas tecnologias sustentáveis. “A proposta é alavancar mais oportunidades para o desenvolvimento industrial no setor de renováveis e aproveitar o elevado potencial brasileiro de liderar o processo global de transição energética”, afirma.

Já Ronaldo Koloszuk, presidente do Conselho de Administração da ABSOLAR, ressalta que a parceria deve impulsionar a economia de forma robusta e sustentável, por meio de novos investimentos na cadeia produtiva nacional, principalmente nos mercados emergentes de hidrogênio verde e armazenamento energético. “As relações bilaterais do Brasil com o mundo garantem competividade às empresas que atuam neste setor e o incremento dos investimentos externos pode transformar o País num grande celeiro de novas aplicações tecnológicas para a transição energética e o consequente avanço dos esforços no combate ao aquecimento global”, aponta.

Segundo Rodrigo Sauaia, CEO da ABSOLAR, a energia solar e as tecnologias sustentáveis terão função cada vez mais estratégica para o atingimento das metas de desenvolvimento social, econômico e ambiental do Brasil. “A ABSOLAR e o setor solar fotovoltaico trabalham para acelerar o processo de transição energética e descarbonização das atividades econômicas e continuarão ajudando o País a crescer, com cada vez mais competitividade e sustentabilidade”, aponta Sauaia.

Leia Mais

Outras Notícias