sábado, maio 25, 2024

Startup muda a realidade de 300 mil produtores rurais familiares

Compartilhar

A ManejeBem, startup especializada na medição, rastreamento e atingimento de metas ESG, completou 6 anos e segue elaborando projetos de impacto para grandes corporações, aumentando a capacitação e o nível de sustentabilidade de comunidades rurais em situação de vulnerabilidade. Através da execução de 19 projetos tecnológicos, impactou direta e indiretamente 300 mil produtores de 17 estados e 209 municípios  brasileiros. Além de contar com uma taxa de 82% de produtores rurais transformados digitalmente.

De acordo com dados divulgados durante o Prêmio Produtores do Ano, os produtores atendidos pelos projetos tiveram renda familiar com aumento de até 300% no segundo semestre de 2022. Esses impactos socioeconômicos mostram a dimensão da startup durante esses anos de trabalho. Além disso, com conteúdo e plantão agronômico no site oficial da startup, mais de 5,2 milhões de produtores, técnicos agrícolas, agrônomos e estudantes foram impactados em todo Brasil. A premiação é realizada pela própria startup para reconhecer os produtores mais engajados com suas tecnologias e que mais se desenvolveram dentro dos projetos.

Com números expressivos, a ManejeBem participou pela terceira vez seguida do 100 Open Startups. Em 2023, a startup ficou entre as cinco agritechs de maior destaque do Brasil. Para a CEO e fundadora da ManejeBem, Juliane Lemos, os dados revelam o empenho e dedicação do trabalho feito em conjunto.

“Ao longo desses seis anos, desenvolvemos uma abordagem mais centrada no usuário, trabalhando em estreita colaboração com os produtores para entender suas demandas e desafios específicos. Isso nos permitiu criar soluções mais eficazes e personalizadas, que realmente atendem às necessidades do campo”, disse.

A Co-fundadora e Diretora de Operações da ManejeBem, Caroline Pimenta, destacou o potencial da startup no setor: “Acreditando no potencial da ManejeBem para fazer a diferença! Os membros da equipe muitas vezes experimentam um forte sentimento de esperança e otimismo em relação ao futuro. Nos animamos com as possibilidades de crescimento e sucesso, tanto para a startup quanto para os produtores rurais que estamos ajudando, quanto o desenvolvimento dos próprios profissionais no dia a dia”, afirmou.

Nesta caminhada, a Manejebem fechou parcerias com empresas renomadas como a Embrapa (em suas diversas unidades e segmentos de atuação), TNC, CPQD, NESst, PPA, governos como Prefeitura de Jundiaí, Governo do Maranhão, empresas de assistência técnica pública como a Agerp e Epagri, e parceiros em outros setores como GS1 Brasil.

Projetos

A abordagem dos projetos da startup é mais centrada no usuário, trabalhando em estreita colaboração com os produtores para entender as demandas e desafios específicos. Isso permitiu a criação de soluções mais eficazes e personalizadas. O ManejeChat, por exemplo, foi criado uma tecnologia disruptiva criada para coletar e fornecer informações sobre o pequeno produtor familiar de forma sistematizada e confiável.

A Escala de Sustentabilidade ManejeBem (ESM) mede, monitora e rastreia impactos sociais, econômicos, ambientais e agronômicos de comunidades rurais. A Inteligência Artificial está presente na ManejeBem. Este projeto foi implementado em 2023 com a criação de cinco avatares com o objetivo de estreitar a relação entre o produtor rural e a assistência técnica digital. Outros projetos estão espalhados pelo Brasil, como Guaraná de Maués (AM), Assistex Produtor Familiar (PA), ManejeCacau (BA), Lúpulo (SC), Semear (SP) entre outros.

Leia Mais

Outras Notícias