sábado, maio 25, 2024

Kassy Consultoria lança selo Mais Seguros, voltado para bares e restaurantes

Compartilhar

A Kassy Consultoria & Gestão Empresarial está lançando no mercado o selo Mais Seguros, uma iniciativa ESG voltada para estabelecimentos do setor do entretenimento, como bares, restaurantes, baladas e casas de shows e de eventos. Com ele, a empresa busca contribuir com a criação de um ecossistema mais seguro e acolhedor nesses ambientes tanto para o público frequentador quanto para o próprio estabelecimento e seus colaboradores.

Divulgação – Vinicius Cassimiro Carvalho, sócio-fundador da Kassy Consultoria

Vinicius Cassimiro Carvalho, sócio fundador da Kassy, explica que o selo tem como inspiração as melhores práticas internacionais no combate a ocorrências como assédio, importunação sexual e discriminação, como é o caso do Protocolo No Callem, criado pelo governo de Barcelona em 2018.

“Trabalhamos há mais de 15 anos com investigações corporativas e, nos últimos tempos, surgiram muitas demandas relacionadas a assédio moral, assédio sexual e casos de racismo e LGBTfobia. Por isso, nós passamos a estudar e nos aprofundar cada vez mais nesses temas. E o setor de entretenimento infelizmente está mais sujeito a ocorrências desse tipo do que o ambiente corporativo”, comenta o executivo.

O selo Mais Seguros tem como base três princípios: respeito, igualdade e valorização do ser humano. Os negócios que aderem a ele tornam-se “estabelecimentos amigos da sociedade”, garantindo mais segurança a todos seus frequentadores, colaboradores e à comunidade de maneira geral.

Como funciona

Os estabelecimentos passam por treinamentos para que saibam exatamente o que é preciso fazer para proteger uma eventual vítima no caso de uma ocorrência e também para criar uma comunicação efetiva com o público para prevenir esses episódios.

“No caso de uma ocorrência, existem dois pontos principais: o estabelecimento e seus colaboradores precisam saber exatamente o que precisa ser feito, e a vítima precisa receber o socorro imediato devido para que assim o agressor possa ser identificado e devidamente punido. Quando as pessoas não possuem o treinamento adequado, a chance de se tomar decisões erradas em uma situação dessas é muito grande, prejudicando a vítima e gerando impunidade”, destaca Carvalho.

Por isso, os estabelecimentos recebem documentos com procedimentos detalhados, além de um protocolo resumido que apresenta o fluxo de atendimento que deve ser seguido no caso de uma ocorrência, bem como um guia direcionado à vítima, que o estabelecimento pode disponibilizar para o público. “Se infelizmente um incidente vier a acontecer, a vítima pode consultar esse guia, que é muito claro e feito de maneira muito independente, pensando realmente em preservar a pessoa e informando tudo o que ela deve e pode fazer”.

O material direcionado ao estabelecimento amigo da sociedade conta ainda com banners com informações para conscientização do público, que podem ser colocados em locais estratégicos, incluindo um QRCode que direciona para uma seção do portal do selo Mais Seguros com as perguntas e respostas mais recorrentes sobre assédio, importunação sexual e discriminação, voltadas tanto para os estabelecimentos quanto para as vítimas e para o público geral, além, é claro, do próprio selo em versões adesivas e digitais.

“O estabelecimento pode colocar o selo na mesa, no balcão, no cardápio, onde ele preferir para realmente espalhar essa comunicação e fazer com que o público saiba que está em um ambiente mais seguro. Além disso, quando uma pessoa mal intencionada sabe que está em um local que segue esses protocolos, ela se sente inibida a cometer qualquer ato criminoso”, indica o sócio fundador da Kassy. Todas as peças podem ser personalizadas de acordo com a identidade visual de cada estabelecimento.

Benefícios

O selo Mais Seguros tem como foco preservar as vítimas de eventuais crimes de assédio, importunação e discriminação e conscientizar a sociedade a respeito desses problemas, mas ele também busca preservar os estabelecimentos do setor do entretenimento, pois essas ocorrências podem gerar riscos jurídicos para eles, que também estariam cometendo um crime ao não prestar socorro e agir corretamente.

“Nós fornecemos para o estabelecimento amigo da sociedade o que chamamos de Boletim de Ocorrência: uma espécie de livro onde ele registra os eventos”, conta Carvalho. Trata-se de uma maneira de o negócio se preservar e garantir que seguiu todos os procedimentos devidos e prestou todo o socorro possível. O registro inclui a assinatura da própria vítima ou de testemunhas e serve como garantia de que o estabelecimento não foi negligente.

“Nossa missão é gerar proteção não só para os clientes, mas também para os estabelecimentos, tendo como objetivo que esse tipo de evento não ocorra. Mas, se ele ocorrer, os protocolos e procedimentos estipulados garantem que tudo aconteça da melhor maneira possível, para que as vítimas sejam socorridas e amparadas e os criminosos sejam punidos”, diz o executivo.

O Protocolo No Callem ganhou notoriedade no Brasil devido ao caso do jogador de futebol Daniel Alves, condenado por estupro pela justiça da Espanha. Isso inspirou por aqui uma sequência de leis que determinam as regras que os estabelecimentos de entretenimento precisam seguir para prevenir casos de assédio e violência e também para proteger as vítimas. A lei federal foi sancionada em dezembro de 2023 e passará a valer no segundo semestre de 2024.

“O selo Mais Seguros é uma oportunidade de os estabelecimentos se adequarem à lei, garantindo um ecossistema mais seguro para todos. E conforme as pessoas vão se tornando mais conscientes e educadas quanto às questões de assédio, importunação e discriminação, elas passam a procurar cada vez mais frequentar locais que garantam sua segurança e integridade”, destaca Carvalho. “Nosso desejo é que todos saibam se divertir e conviver em harmonia, e obviamente o estabelecimento inserido no nosso ecossistema estará melhor preparado para oferecer um ambiente propício a isso”.

“Quando atendemos o mundo corporativo, estamos limitados ao número de colaboradores de cada empresa, mas quando atendemos o setor de entretenimento, somos capazes de criar efeitos de conscientização e de proteção muito maiores na sociedade, pois estamos falando de um público muito grande. Assim, com o selo Mais Seguros nós temos a oportunidade de oferecer um serviço que gera mais impacto positivo de fato na vida das pessoas”, completa o executivo.

Além da seção de perguntas e respostas no portal do selo, a Mais Seguros busca contribuir com a conscientização da sociedade publicando conteúdos voltados para a educação da população em seu site e em suas redes sociais. Os estabelecimentos amigos da sociedade também recebem divulgação por parte da Mais Seguros, para que o público saiba que lugares ele pode frequentar com mais proteção.

Leia Mais

Outras Notícias