sexta-feira, maio 17, 2024

Cogna é a única empresa de educação da América Latina membro do The Sustainability Yearbook 2024 da S&P

Compartilhar

Empresa mais completa e diversificada do setor educacional, a Cogna Educação se destaca pelo segundo ano consecutivo no The Sustainability Yearbook, anuário de sustentabilidade da S&P Global que está em sua 20ª edição. A Cogna é a única companhia de educação do Brasil e da América Latina a integrar-se como membro do anuário de sustentabilidade no setor Diversified Consumer Services.

A iniciativa distingue empresas que demonstram robustez em sua sustentabilidade empresarial. Mais de 9.400 companhias foram avaliadas globalmente, sendo que apenas 759 – entre elas 27 brasileiras – de 60 setores foram selecionadas e incluídas no Anuário de Sustentabilidade 2024, a partir da pontuação obtida na Avaliação de Sustentabilidade Corporativa (CSA) de 2023.

O CSA é uma pontuação ESG Global da S&P baseada em critérios de sustentabilidade financeiramente relevantes e específicos para cada ramo. São contempladas no anuário as empresas que estão entre as 15% melhores de seus respectivos setores, globalmente.

“A Cogna entende o seu papel transformador na sociedade. Nossas metas em ESG levam em consideração quem queremos ser para o mercado e todos que são impactados pelo nosso negócio: colaboradores, acionistas, professores, estudantes e sociedade. Deste modo, contribuímos para o equilíbrio dos recursos ambientais e sociais e o atendimento das necessidades das gerações futuras”, enfatiza Juliano Griebeler, Sócio-Diretor de Sustentabilidade da Cogna.

Primeira e única empresa de educação no ISE da B3 e avanço no CDP

No Brasil, a Cogna se mantém, pelo segundo ano consecutivo, como a primeira e única empresa de educação a fazer parte da carteira do Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE) da B3, principal indicador ESG do mercado brasileiro. A Companhia apresentou um aumento de 12% na performance geral no questionário do ISE, com destaques em Gestão de Ambiente Legal e Regulatório, Bem-Estar do Cliente, Políticas e Práticas de Gestão Ambiental, e Saúde e Segurança do Trabalhador. 

Em sua 19ª edição, a nova carteira oficial do ISE entrou em vigor em janeiro de 2024 e reúne 78 companhias de 36 setores. A ferramenta analisa a performance das empresas listadas na B3 sob os aspectos da sustentabilidade corporativa, justiça social, equilíbrio ambiental e governança corporativa.

Esta composição de janeiro 2024 considera os resultados do CDP Climate Change 2022, produzido pela Carbon Disclosure Project (CDP), organização internacional sem fins lucrativos que ajuda milhares de empresas, cidades, estados, regiões e autoridades públicas em todo o mundo a divulgarem o seu impacto ambiental por meio de um questionário anual.

O ranking do ISE e a composição da carteira serão atualizados em maio, considerando os resultados do CDP Climate Change 2023.  A Companhia avançou duas posições na escala do CDP – saindo da nota C para a nota B (em uma escala de D- até A) – com destaque para as seguintes categorias: emissões verificadas do escopo 1 e 2; iniciativas de redução de emissões; e governança climática. 

“Acreditamos que é necessário que as empresas levem em consideração os impactos ambientais e sociais de suas atividades. Por isso, a sustentabilidade está presente em nossa estratégia, operação e valores inegociáveis, e lideramos no setor os principais índices e reconhecimentos de ESG. Essas conquistas em ESG reforçam nossos compromissos Cogna por um Mundo Melhor, que reúnem 14 metas para aumentar o valor sustentável do negócio para a sociedade e para nossos stakeholders”, finaliza Griebeler.

Leia Mais

Outras Notícias