sexta-feira, maio 17, 2024

Projeto do Instituto Incluir transforma vida de jovem com deficiência em Ipatinga, MG

Compartilhar

O projeto Brasil Diversidade Novos Valores I, realizado pelo Instituto Incluir, vem transformando a vida de crianças e jovens com deficiência em Ipatinga, Minas Gerais. É o caso Paulo Henrique de Faria, de 20 anos. Beneficiário do projeto – que oferece oficinas gratuitas esportivo-pedagógicas de bocha paralímpica e vôlei sentado para crianças e jovens, além de acompanhamento, psicológico, treinamento cognitivo e desenvolvimento biopsicossocial para eles e seus responsáveis –, Paulo Henrique, que apresenta atraso no desenvolvimento neuropsicomotor e insuficiência renal crônica, teve sua vida completamente transformada de forma positiva após ingressar na iniciativa.

Devido à má-formação congênita, o jovem tem apenas um rim, que estava em estado de falência, prestes a iniciar as sessões de diálise. Durante o projeto Brasil Diversidade II (e continuidade no Projeto Brasil Diversidade Novos Valores I), praticou atividades físicas, como vôlei sentado, fez reeducação alimentar e orientações sobre o controle de potássio.

Também recebeu acompanhamento psicológico para aceitação das novas regras alimentares e importância de segui-las para o próprio bem-estar. Assim, junto com a mãe, passou a ser acompanhado semanalmente para o monitoramento da sua evolução.

No fim, apresentou melhora nos exames laboratoriais e nas deficiências nutricionais, sendo, por enquanto, dispensada a necessidade de procedimentos mais invasivos para a continuidade do funcionamento de seus órgãos.

Além de todo o progresso de saúde, Paulo Henrique obteve melhora na disposição para as atividades cotidianas, nas habilidades motoras manipulativas, no óculo manual, sem rigidez. Seu sono passou a ser mais tranquilo, apresentou evolução em suas habilidades de socialização, no controle da ansiedade, além de autoestima equilibrada e melhora significativa em sua apresentação física e nas expressões do humor.

Inclusão para todos e por todos

Em apenas um ano, a iniciativa realizou mais de 23 mil atendimentos diretos e cerca de 45 mil atendimentos indiretos a pessoas com e sem deficiência e suas famílias que vivem em vulnerabilidade social. Patrocinado pela Vale, Metso e Icatu e Águas do Brasil, o projeto tem como base a tríade Educação Física-Psicologia-Nutrição. As atividades acontecem sempre no contraturno escolar, das 13h às 17h, três vezes por semana.

Hoje, além de buscar, construir e praticar movimentos que fomentem a inclusão e a equidade para as pessoas com deficiência, foco prioritário do projeto, o Instituto Incluir entende que diferentes espaços sociais e educacionais precisam oportunizar a participação de todas as pessoas, neste sentido, pessoas sem deficiência, mas em situação de vulnerabilidade social, que também participam de programas específicos para as que têm deficiência.

Implementado desde agosto de 2022, o Brasil Diversidade Novos Valores I, juntamente com outros projetos do instituto incluir, destina 10% das vagas a pessoas sem deficiência e em situação de vulnerabilidade.

Assim como os demais projetos do Instituto Incluir, o programa é inscrito na Lei Federal de Incentivo ao Esporte e trabalha o esporte como ferramenta de educação e inclusão da pessoa com deficiência.

Atuação país afora e premiação do governo federal

Além de Ipatinga, MG, o projeto é desenvolvido em dois outros polos: em Itaguaí, em parceria com a Secretaria de Assistência Social de Itaguaí, Secretaria de Turismo e Esporte de Itaguaí, com a Secretaria de Cultura e Educação de Itaguaí e com o CRAS Gleba B, localizado no bairro de Chaperó, e em Parauapebas, no Pará, onde a parceria é com a Usina da Paz, complexo estrutural de serviços integrado ao programa estadual Territórios Pela Paz, elaborado pelo Governo do Pará em parceria com a iniciativa privada.

A iniciativa está inserida em um complexo que oferece serviços voltados para a prevenção à violência, à promoção de inclusão social e acessibilidade e ao fortalecimento comunitário.

No fim de 2021, o Brasil Diversidade II ganhou o Prêmio de Acessibilidade, na categoria Esporte, promovido pelo Governo Federal.

Leia Mais

Outras Notícias